sexta-feira, Dezembro 31, 2010

Bom-bocado Conventual

Até há muito pouco tempo desconhecia os pastéis de nata Conventuais. Se gostam de pastéis de nata têm de provar os Conventuais. Este recheio leva natas ao contrário dos que se comem habitualmente (um pouco estranho, não é). Como não tenho forno para cozer a massa folhada sem estragar o recheio, resolvi fazer uma massa areada doce, que pré-cozi no forno e só mais tarde é que coloquei o recheio (se tiver muito tempo no forno o recheio pode coalhar e estraga-se). Assim, aqui vai:



Ingredientes:
massa:
240 g de farinha
120 g de manteiga fria
1 colher de sopa de açúcar em pó
2 colheres de sopa de leite
1 ovo
recheio:
500 g de natas
150 g de açúcar
100 g de farinha
150 g de gemas
100 g de ovos
essência de baunilha q.b.

Coloca-se na bancada a farinha e o açúcar peneirados.
Faz-se uma cova no meio da mistura da farinha e coloca-se lá dentro a manteiga partida aos bocados.
Junta-se a manteiga com a farinha, esfarelando, de forma a parecer areia.
Bate-se levemente o ovo e o leite e adiciona-se à mistura de farinha e manteiga.
Amassa-se rapidamente e vai ao frigorífico embrulhado em película aderente.
Dissolve-se o açúcar e a farinha em 100 g de natas. 
Adiciona-se o preparado anterior às restantes natas e vai ao lume, mexendo até ferver.
Retira-se do lume e adicionam-se as gemas, os ovos e a essência de baunilha.
Estica-se a massa e coloca-se numa tarteira.
Vai ao forno pré-aquecido a 200 graus até ficar pré-cozida (castanha clara).
Adiciona-se o recheio e vai ao forno na temperatura máxima do forno até o recheio ficar castanho.

terça-feira, Dezembro 28, 2010

Tarte de frango e ervilhas

Sempre gostei de tartes ...




Ingredientes:
massa:
250 g de farinha
150 g de manteiga
1 ovo
1 gema

recheio:
1/2 cebola
1 peito de frango
1 lata de ervilhas
noz moscada
pimenta
sal
1 colher de chá de amido de milho
leite

Numa tigela misturam-se todos os ingredientes da massa até ligarem. 
Envolve-se a massa em película e vai ao frigorífico.
Refoga-se a cebola cortada em fatias. 
Junta-se o peito de frango cortado em pedaços até ficarem prontos. 
Colocam-se as ervilhas. 
Numa taça junta-se o amido de milho com um pouco de leite para dissolver. Junta-se ao preparado do frango até engrossar.
Divide-se a massa em 2/3. Estende-se a massa maior e coloca-se numa tarteira. 
Recheia-se com a mistura de frango. 
Estende-se a restante massa e cobre-se a tarte.
Faz-se um buraco no meio para saírem os vapores. 
Usa-se cortantes nas sobras da massa esticada para decorar. Colam-se as decorações na tarte com um pouco de água. 
Vai ao forno pré-aquecido a 200 graus até a massa estar pronta.