quarta-feira, Março 27, 2013

Tarte de centeio com recheio de maçã e banana

Definir prioridades pode se tornar complicado, por isso e com muita pena minha,  tive de abandonar um pouco o blogue. Não foi só o excesso de trabalho, mas também alterei a minha alimentação. Descobri há alguns meses que não devo consumir farinha de trigo, batatas, e outros alimentos. Com esta mudança de rotina comecei a experimentar alimentos novos e já há algum tempo que não me sentia tão "ervilhinha" numa cozinha. Estes meses passaram-se a experimentar e agora com um pouco de tempo livre partilho a primeira receita dos "novos tempos".

 

Ingredientes:
100 g de farinha de centeio (usei centeio integral)
100 g de creme vegetal para cozinhar
100 g de açúcar
100 g de flocos de centeio
5 maçãs descaroçadas
1 banana sem casca
sementes de sésamo q.b.

Numa taça, amassa-se a farinha, o creme vegetal e o açúcar. 
Misturam-se os flocos de centeio à massa.
Reserva-se.
Ralam-se as maçãs e a banana para uma taça.
Numa tarteira pequena, espalha-se uma camada fina de massa com a mão.
Adiciona-se o preparado de maçãs e banana.
Parte-se o restante da massa em pedaços e espalha-se no preparado de frutas.
Polvilha-se com sementes de sésamo.
Vai ao forno, pré-aquecido a 180 graus, até a massa estar pronta.

thermomix/bimby
Coloca-se no copo a farinha, o creme vegetal e o açúcar.
Amassa-se 30 seg/vel 4.
Adicionam-se os flocos de centeio e misturam-se  15 seg/vel 2.
Numa tarteira pequena, espalha-se uma camada fina de massa com a mão.
Adiciona-se o preparado de maçãs e banana.
Parte-se o restante da massa em pedaços e espalha-se no preparado de frutas.
Polvilha-se com sementes de sésamo.
Vai ao forno, pré-aquecido a 180 graus, até a massa estar pronta.

Recomenda-se comer quente :)

Com esta massa também consegue-se fazer biscoitos. Basta colocar pequenas bolas num tabuleiro forrado com papel vegetal ou tapete de silicone e cozer no forno.

segunda-feira, Agosto 06, 2012

Anarocrema

Fomos convidados para um jantar grego e fiquei encarregue de fazer a sobremesa. Pensei logo nesta sobremesa que a tinha visto à dois anos no programa "My Greek Kitchen" de Tonia Buxton.  Nos dois anos que passaram de vez em quando lembrava-me, mas não sabia sequer o seu nome. Assim, graças às maravilhas da internet fui em busca da receita. Por sorte encontrei-a num fórum e experimentei-a com algumas alterações em relação às quantidades, pois não íamos ser muitos ao jantar. Assim surge Anarocrema  que tem uma combinação de sabores que me cativaram.



Ingredientes:
4 folhas de massa filo
500 g de queijo Ricotta
400 g de natas frescas*
50 g de açúcar
1 colher de sopa de água de rosas
1 colher de chá de canela em pó
canela em pó q.b. para decorar
metade de nozes q.b.
mel q.b.
óleo q.b.

Corta-se as folhas da massa filo ao meio. 
Coloca-se uma folha da massa por cima de um tapete de silicone (ou papel vegetal) num tabuleiro de ir ao forno.
Pincela-se com óleo e coloca-se outra folha em cima. Repete-se este passo até terem terminado as folhas da massa filo.
Vai ao forno pré-aquecido a 150 graus, durante 15 minutos.
Retira-se e deixa-se arrefecer.
Com as mãos esmagam-se as folhas em flocos. Reserva-se.
Numa taça grande, coloca-se o queijo. Esmaga-se com um garfo.
Junta-se as natas frescas, o açúcar, a canela e a água de rosas. 
Bate-se com a batedeira até a mistura ficar firme.
Vai ao frigorífico durante 10 a 15 minutos.
Numa taça grande coloca-se uma camada de massa em flocos e uma camada de creme. Repete-se este passo até terminar com uma camada de massa. 
Decora-se com metades de nozes e mel. Polvilha-se com canela. 

thermomix/bimby
Corta-se as folhas da massa filo ao meio. 
Coloca-se uma folha da massa por cima de um tapete de silicone (ou papel vegetal) num tabuleiro de ir ao forno.
Pincela-se com óleo e coloca-se outra folha em cima. Repete-se este passo até terem terminado as folhas da massa filo.
Vai ao forno pré-aquecido a 150 graus, durante 15 minutos.
Retira-se e deixa-se arrefecer.
Com as mãos esmagam-se as folhas em flocos. Reserva-se.
Tritura-se o queijo no copo no Turbo.
Coloca-se a borboleta e adiciona-se as natas frescas, o açúcar, a canela e a água de rosas.
Programa-se 2 min/ vel 3 1/2.
Vai ao frigorífico durante 10 a 15 minutos.
Numa taça grande coloca-se uma camada de massa em flocos e uma camada de creme.
Repete-se este passo até terminar com uma camada de massa. 
Decora-se com metades de nozes e mel. Polvilha-se com canela. 


Com o passar do tempo a massa começa a amolecer e por isso, para mim, esta sobremesa é perfeita se a montagem final for feita no momento em que se vai comer. Assim a massa estaladiça contrasta com o creme fresco :)

* 2 pacotes de 200 ml.

sexta-feira, Julho 06, 2012

Cuscuz com manjericão

Para um sabor diferente :)


Ingredientes:
8 folhas de manjericão fresco
1 chávena de cuscuz
1 chávena de água a ferver
sal q.b.

Passa-se as folhas de manjericão por água e pica-se.
Numa taça junta-se o cuscuz, manjericão, sal e a água a ferver.
Deixa-se repousar até a água desaparecer.
Mexe-se com um garfo.

quarta-feira, Julho 04, 2012

Lentilhas com coco e molho de soja

Este prato é perfeito quando se tem pouco tempo. 
Pode-se usar qualquer tipo de lentilha, mas optei pela lentilha vermelha que devido a não ter casca não precisa de se pôr de molho e o tempo de cozedura é muito mais reduzido.




Ingredientes:
40 g de azeite
1 cebola
1 courgete
4 cenouras
200 g de lentilhas vermelhas 
20 g de creme de coco em pó
35 g de molho de soja


Lava-se a courgete e descasca-se as cenouras. 
Corta-se longitudinalmente em 4 pedaços a cenoura e a courgete. 
De seguida corta-se em pedaços de 1 cm. 
Reserva-se.Corta-se a cebola em cubos pequenos e vai a refogar até ficar translúcida.
Junta-se a courgete e as cenouras até a courgete perder a côr amarela.
Passa-se as lentilhas por água corrente e adiciona-se à mistura de cenoura e courgete, juntamente com o creme de coco e o molho de soja.
Deixa-se em lume brando, misturando de vez em quando, até as lentilhas ficarem cozidas.
Pode-se acompanhar com arroz integral polvilhado com gomásio.

thermomix/bimby
Lava-se a courgete e descasca-se as cenouras. 
Corta-se longitudinalmente em 4 pedaços a cenoura e a courgete. De seguida corta-se em pedaços de 1 cm. Reserva-se.
Pica-se a cebola com o azeite 5 seg/vel 5.
Refoga-se 10 min/ 100º/ vel 1.
Junta-se a courgete e as cenouras e programa-se 10 min/ 100º/ inverso/ vel colher.
Passa-se as lentilhas por água corrente e adiciona-se à mistura de cenoura e courgete, juntamente com o creme de coco e o molho de soja. Programa-se 7 min/ 100º/ inverso/ colher.
Pode-se acompanhar com arroz integral polvilhado com gomásio.

quarta-feira, Junho 13, 2012

Massada de peixe sem massa :)

Como previa está a ser um pouco complicado conciliar o blogue com o trabalho. Venho aqui hoje publicar esta receita para matar saudades, pois ainda não terminou esta fase louca de trabalho :)
Esta receita encontrei-a no site Mundo de Receitas Bimby e testei-a várias vezes, mas nunca fiquei muito satisfeita, pois a massa absorvia todo o molho e ficava muito mole. Assim resolvi fazer esta receita sem a massa e acompanhei com arroz branco. O molho ficou tão bom que o pão até voava para a travessa :)
Aqui vai com algumas alterações:


Ingredientes:
3 cenouras 
2 cebolas
2 dentes de alho
50 g de polpa de tomate
100 g de vinho branco
300 g de água
4 postas de peixe *
coentros frescos q.b.
cebolinho q.b.
sal q.b.
pimenta moída na hora q.b.

Picam-se os coentros.
Coloca-se as postas de peixe num recipiente a vapor e polvilha-se com os coentros. Coze-se a vapor.
Corta-se em pedaços pequenos as cenouras, as cebolas e o alho e vai a refogar com azeite.
Adiciona-se a polpa de tomate e refoga até apurar.
Junta-se o vinho e fica um pouco em lume brando.
Tempera-se com sal e pimenta e adiciona-se a água. Deixa-se apurar em lume brando durante pelo menos 15 minutos.
Tira-se o peixe, retira-se as espinhas e a pele e corta-se aos cubos. Coloca-se numa travessa e verte-se o molho por cima do peixe.
Corta-se o cebolinho em rodelas muito finas e tempera-se o peixe. Serve-se com pão a acompanhar :)

thermomix/bimby
Picam-se os coentros 3 seg/vel 7.
Na Varoma dispõe-se as postas de peixe congeladas e polvilha-se com os coentros.
Coloca-se no copo as cenouras descascasdas, as cebolas, os dentes de alho e o azeite. Pica-se 6 seg/vel 5.
Adiciona-se a polpa de tomate e vai a refogar 5 min/Varoma/vel 2.
Junta-se o vinho e 5 min/Varoma/vel 2.
Tempera-se com sal e pimenta. Adiciona-se água e 3 min/Varoma/vel 2.
Coloca-se a Varoma com o peixe e programa-se 25 min/Varoma/vel 2.
Tira-se o peixe da Varoma, retira-se as espinhas e a pele e corta-se aos cubos. Coloca-se numa travessa e verte-se o molho por cima do peixe.
Corta-se o cebolinho em rodelas muito finas e tempera-se o peixe. Serve-se com pão a acompanhar :)

* usei o resto de postas que tinha no congelador e foi uma de salmão e 3 de pescada. Pode-se fazer com outros peixes como maruca...

domingo, Abril 01, 2012

Bolo de Ameixa

Plum cake (bolo de Ameixa) é uma sobremesa típica Australiana. Quando vi esta receita soube logo que tinha de a experimentar. É uma combinação de bolo com fruta e crumble. Haverá algo mais perfeito?



Ingredientes:
massa:
2 ovos
250 g de açúcar
120 g de manteiga amolecida
300 g de farinha
2 colheres de chá de fermento
1000 g de ameixas (cortadas ao meio sem caroços)
crumble:
200 g de farinha
120 g de manteiga
100 g de açúcar
1 colher de chá de açúcar baunilhado

Numa tigela colocam-se os ovos, o açúcar e a manteiga partida em pedaços. 
Mistura-se com a batedeira até obter-se uma massa homogénea.
Com a batedeira a funcionar adicionam-se aos poucos a farinha e o fermento até tudo estar misturado.
Deita-se a massa numa forma rectangular untada (40x24x6 cm).
Adicionam-se as metades das ameixas viradas para cima (não faz mal ficarem espaços entre as ameixas, pois a massa vai crescer).
Numa taça juntam-se os ingredientes do crumble e amassa-se com um garfo até ficar com forma de migalhas.
Espalha-se por cima das ameixas como se fosse pão ralado.
Vai ao forno pré-aquecido a 180 graus durante 40 a 45 minutos.

thermomix/bimby
Colocam-se no copo os ovos, o açúcar e a manteiga partida em pedaços e mistura-se na vel 4/ 1 min.
Adiciona-se a farinha e o fermento e amassa-se 40 seg/vel espiga.
Deita-se a massa numa forma rectangular untada (40x24x6 cm).
Adiciona-se as metades das ameixas viradas para cima (não faz mal ficarem espaços entre as ameixas, pois a massa vai crescer).
Colocam-se todos os ingredientes do crumble no copo e mistura-se 15 seg/vel 6.  
Espalha-se por cima das ameixas como se fosse pão ralado.
Vai ao forno pré-aquecido a 180 graus durante 40 a 45 minutos.

Pode-se fazer este bolo com outras frutas como alperce e cerejas...
Esta receita foi retirada do livro "Viajar com a Bimby".

sábado, Março 31, 2012

Gomásio

De volta :)
Este mês foi para esquecer e os próximos que se avizinham não prometem ser melhores. Descobri que sou como a formiga. Quando começa o calor tenho imenso trabalho e a partir de Setembro fica tudo muito, mas mesmo muito mais calmo. Porém a sazonalidade, os fins-de-semana e noites a trabalhar são compensadas pelo facto de estar a fazer um trabalho que adoro. 
Para o regresso resolvi começar com uma receita muito simples, mas que dá um grande sabor ao prato. Chama-se Gomásio e é um condimento. Por norma os condimentos intensificam os sabores e devem ser consumidos em pequenas quantidades (menos que 1 colher de sopa por refeição). O Gomásio poderá ser colocado no arroz integral ou em saladas. 





Ingredientes:
16 colheres de sopa de sementes de girassol
4 colheres de sopa de sementes de papoila
1 colher de sopa de sal


Lavam-se as sementes de girassol com água a correr.
Numa frigideira colocam-se as sementes até torrar (até ficarem maiores e com cheiro a tostado).
Reserva-se.
Repetem-se os mesmos procedimentos com as sementes de papoila.
Reserva-se.
Na frigideira coloca-se o sal e vai ao lume para torrar um pouco.
Juntam-se todos os ingredientes e coloca-se uma parte num almofariz para esmagar (a ideia é só triturar levemente e não transformar em pó).  Repete-se este passo até todas as sementes estarem trituradas.

Nota: 
Podem ser utilizadas outro tipo de sementes como de sésamo, de abóbora... :)
Quando se tostam as sementes o lume deve estar baixo para não as queimar  e deve-se estar sempre a mexer para haver uma melhor distribuição de calor .
Se o sal for muito grosso, deve-se triturar um pouco antes de misturar as sementes.


Esta receita foi retirada do livro "Cozinhar com a Natália" de Natália Rodrigues.